Category Archives: Curiosidades/Notícias

Curiosidades/Notícias

Não, não para!

A partir de hoje passo a assinar, também, uma coluna em outro site de conteúdo adulto. Obviamente, serão artigos diferentes dos que público por aqui, mas também terão foco na relação sexo-cultura.

naonaopara1

Bruna Surfistinha, Syang, Fernanda Lizardo (Sexto Sexo), Alê Félix, Barong, David Cardoso, Lourdes Hernandez, Tatiana Presser (Sexpert) e eu, Julia Tenório (SexoCult), estamos agora reunidos no site: Não, não para…

O site, idealizado e organizado por Alê Felix, Syang e Bruna Surfistinha, tem como objetivo produzir conteúdo adulto voltado para mulheres. Então, mulheres, mais um canal com conteúdo informativo, cultural e apimentado!

Visite-nos!  www.naonaopara.com.br

Curiosidades/Notícias

2010 repleto de Sexo e Cultura…

Neste último dia de 2009 quero agradecer aos leitores pela rápida e inesperada acolhida desde os primeiros dias de criação deste blog, em Maio deste ano.

sexo_2010

Agradeço o carinho, os comentários e as mais de 70.000 páginas vistas. Agradeço também pelas mais de 300 visitas diárias. É, sinceramente, uma honra saber que vocês retornam a este blog todos os dias…

Quando iniciei o blog, em Maio, não esperava, realmente, fazer leitores cativos tão rapidamente, principalmente porque o tempo não me permite fazer nenhum tipo de divulgação ou novas interações pela rede… Todo meu tempo livre é dedicado a escrever e postar (lógico que faço minhas visitinhas sacanas “risos”). Por isso, agradeço também aos meus amigos blogueiros que referenciaram e prestigiaram este blog.

Queridos, muito obrigada mesmo. Em 2010 vou dedicar um tempo especial às minhas pesquisas, traduções e leituras sobre sexo e cultura para lhes oferecer textos melhores (fim de ano sem promessas não é fim de ano)

Desejo a todos  um 2010 repleto de Sexo e Cultura… E que o amor e o desejo vençam todas às intempéries, rotinas e desgastes do dia a dia.

Feliz 2010!!

Júlia Tenório

Curiosidades/Notícias

China paga 1.000 euros para "delatores" de sites pornôs

A pornografia na internet sempre foi uma das principais preocupações do governo chinês. Apesar de o país estar entre os que possuem o maior número de usuários na Internet o acesso à informação sofre inúmeras restrições, principalmente se for pornográfico.

Neste mês o governo anunciou que irá pagar até 1000 euros para internautas que denunciarem sites pornográficos.

A medida foi tomada para garantir a eficácia na “luta” contra os sites de conteúdo pornô que,  segundo o governo chinês, “se alastram desenfreadamente pela web”.

china

As autoridades informaram, na sexta feira (04/12/09), que pagarão os usuários da internet que fizerem as denúncias. O preço da “recompensa” é de 100 até 1000 euros.

Para o intento o governo criou um número de telefone que receberá exclusivamente as denúncias, organizado pelo Centro de informações ilegais na internet.  A agência responsável informou à AFP que o número recebeu em um dia de funcionamento cerca de 500 denúncias.

O “prêmio” para os delatadores de plantão varia de 100 a 1000 euros, de acordo com uma tabela que estipula o valor de acordo com a “qualidade da delação” (quem denuncia primeiro ou se a denúncia é  confirmada, por exemplo).

Fonte: APF

Curiosidades/Notícias

Onde? Quando? Como?

O site I just made love é um mapa do mundo, com logotipos simplificados para que os visitantes digam onde, como e com quem aprenderam o sexo. Uma pequena boneca rosa para meninas, um bonequinho azul para os meninos (e novamente esqueceram dos demais: gays e outros, por exemplo…), um sofá, uma árvore, um barco e uma série de posições propostas, basta clicar para fazer o seu perfil sexual do momento.

i-just-mad-love1


Mostrar, apontar, suas travessuras e se vangloriar (porque é possível enviar a sua “adesão” a um amigo), é o que este site oferece de engraçado.
Inocente e divertido, este site é fácil de manusear.

A despeito de sua real utilidade (não se sabe ainda qual é), o site pode ser uma boa representação da freqüência sexual e “como fazer” de cada um.


Mas cuidado! só serve para quem não tem medo de ver suas “peripécias sexuais” disseminadas na Internet. Afinal, o que pode ser “básico” para você, pode ser “extraordinário” para muitos…(risos)

Curiosidades/Notícias

Maratona de orgasmo: você conhece?

Já ouviu falar de uma maratona de masturbação? não! Então chegou a hora de conhecer o Masturbate-a-thon. Isso mesmo, existe uma maratona de verdade….

masturbacao2

O principal objetivo da maratona é quebrar o tabu em torno da masturbação que quando não é vista como um ato “pecaminoso” é vista como um ato solitário ou secundário em nossa sexualidade.

Apesar de muitas sociedades já considerarem que a masturbação pode ser benéfica para a saúde,  em muitos círculos ela ainda é um tabu. Esta é a razão da maratona, que já existe há vários anos em São Francisco ou Londres, e agora desembarca em Copenhague.

Quer ter uma idéia de como seria participar? acompanhe aqui e assista um vídeo muito explicativo sobre o evento…

Curiosidades/Notícias

Gleeden: para trair é só entrar!

Quer viver uma aventura fora do casamento? Inaugurou este mês o Gleeden, site que oferece contatos entre adúlteros.

A empresa norte-americana Black Divine, criou o Gleeden em diferentes idiomas,  previsto para estrear em países como França, Grã Bretanha, Espanha, Itália, Alemanha, Bélgica e Estados Unidos.

gleeden1

Por enquanto, o único que está liberado só está aceitando inscriçoes e registro. A liberação total está prevista para dezembro.  Mesmo assim, o site já conta com mais de 10. 000 membros, espalhados pela Europa e  Estados Unidos.

“Em nosso site as pessoas casadas podem declarar sua situação e buscar sensaçoes fora do casamento”, explica ao jornal Le Parisien Teddy Truchot, 27 anos, diretor da companhia. “Não fomentamos a infidelidade, respondemos a uma necessidade. De fato, nos sites de relacionamentos para solteiros, uma em cada três pessoas se declara casada”. Truchot considera que a infidelidade está se naturalizando e que nem sempre conduz ao divórcio. O site aceitará pessoas solteiras que buscam relaçoes com pessoas casadas.

Os fundadores do Gleeden se apoiam nas estatísticas para jutificar suas cifras. 34% dos homens e 25% das mulheres casadas confessam ter vivido pelo menos uma aventura extraconjugal. “Nós não inventamos o adultério”, afirma um dos porta-vozes para a L´Express.

O site cobrará valores diferentes, de acordo com cotas que variam de 7 a 900 euros por inscrição. O site também afirma que garantirá a privacidade dos dados. Colocar uma foto, por exemplo, será opcional. No entanto, para verificar a identidade do internauta os usuários deverão submeter um endereço de email verdadeiro.

Gleeden, a vida zen

Segundo apresentação do site, Gleeden significa felicidade em inglês:

“Quem hoje se atreveria a excluir da felicidade a sedução, o desejo pelo alheio, os novos encontros e o amor? Cultive o seu jardim secreto, seu Éden, e ofereça uma nova chance a sua situação conjugal, uma nova vida, reencontre o seu sorriso… Acostume-se a ser feliz!

Curiosidades/Notícias

Recadinho

Queridos Leitores,

Peço desculpas pela demora nas postagens, mas estive hospitalizada nos últimos dias. Agora me recupero de um pequeno susto, mas já estou bem.

Volto a postar amanhã.

Desculpem por não avisar antes, mas parentes e amigos me impediram de chegar perto do computador. Eles me amam!  eles me querem viva! rsss

Beijos!
Até mais,

Curiosidades/Notícias

Fotos eróticas: nuas na igreja

Os ingleses não são conhecidos pela sua devoção religiosa, e agora: o padre da igreja em uma pequena aldeia na Cornualha, St Michael Penkivel, acusa o fotógrafo Andy Craddock de blasfemar um lugar sagrado. É arte, respondeu o outro, é bonito e não faz mal a ninguém!

andy_craddock2

O sacerdote, Andrew Yates, afirma que a autorização não foi concedida. O fato é que, a igreja fornece a hostia e  recolhe os alimentos, mas fotógrafos como Andrew, se beneficiam do impacto midiático.

De qualquer forma, tanto na arte como na estética das fotos eróticas, as imagens de Andy não são comuns.

Se Andy Craddock vive de sua paixão, sua arte, por sua vez, não agrada todo mundo. Principalmente os mais católicos.

andy_craddock11

Fonte: Via Union

Curiosidades/Notícias

Dia do orgasmo: 3 razões para respeitá-lo

Hoje, muitos blogs já anunciaram: é o dia do orgasmo! Resolvi então falar sobre 3 bons motivos para parar de fingir um orgasmo e respeitar este momento singular de prazer.

orgasmo.jpg

Simular um orgasmo é tão fácil que pode rapidamente se tornar um hábito. Para tanto basta: fechar os olhos, abrir a boca em /O\, arcar o corpo, relaxar e pronto! temos um “belo” orgasmo, certo? Errado.

Ter um orgasmo de verdade não é assim tão fácil quanto fingir um.  Sobretudo em toda a relação sexual. Depois de escolher a solução mais fácil, e evitar o pior,  do que poderíamos nos culpar não é?

Durante uma pesquisa realizada em 2008, 72% das mulheres relataram ter simulado um orgasmo pelo menos uma vez. Ora, cortejar a virilidade masculina e ganhar a paz, nunca passou pela sua mente?

Se você é uma adepta dessa prática, aqui vai três boas razões para não fingir um orgasmo.

Razão nº1: A maioria dos homens são céticos…
Segunda essa mesma pesquisa, enquanto 72% das mulheres simulam,  55% dos homens duvidam que as mulheres tiveram realmente um orgasmo. Isto significa que, apesar de alguns homens dormirem tranquilamente após o sexo, satisfeitos com sua performance sexual, a maior parte vai dormir sem ter certeza de nada.

Simular um orgasmo é basicamente dizer: “eu não estou feliz com o sexo e não estou absolutamente preocupada com isso!”, pelo menos é o que podem imaginar os parceiros mais sensíveis.

É melhor ter cuidado com essas pequenas mentiras, porque o sexo está sujeito a mal entendidos variados e dolorosos, especialmente quando não se diz nada. Falar, é como arrancar uma tufo de cabelos com cera quente, dói na hora, mas uma vez que se faz, você se sente leve! pelo menos até a próxima vez…

Razão nº2: Reivindique o seu direito de não ter um orgasmo!
O dia da mulher não foi há muito tempo! lembra-se quando marcharam pelas ruas da cidade, assinaram petições, colocaram banners pelo direito das mulheres em todo o mundo? O combate, madames, começa na sua cama, e toma a forma de três letras: Não.  Você tem o direito de dizer, “não eu não gosto disso”, “não eu não quero”, “não, não tive um orgasmo!”. Reivindique  o seu direito ao não-prazer. O prazer (o nome já diz) não é uma obrigação!  Tenha em mente que a mulher perfeita que goza toda vez que faz sexo só existe em filmes pornôs! (exceto raras excessões).

Reivindique o direito de não ter um orgasmo e não precisar se justificar. Você pode até  conversar, discutir, partilhar, sim, mas sem achar que você ou ele são culpados sempre. Comece a dizer não, e abrirá a porta para o “siiiimmmm”!

Razão nº3: Exija um sexo de qualidade!

É preciso pensar o seguinte: se você fingir um orgasmo quando seu parceiro estiver fazendo algo que nao está lhe dando nenhum prazer, você estará incentivando-o a fazer o mesmo número do “super coito”, persuadido de o fazer bem!

Pense nos motivos que a levam a fingir. Deixe claro que você não sente prazer sempre, e que isso não significa que não gosta de fazer sexo com ele, ou coisa parecida. Diga quando não estiver disposta ou propensa ao relaxamento, forçar a situação resulta em sexo de má qualidade e, pior, leva à falta de vontade de repetir o sexo com a mesma pessoa.

Por fim, pensa no porque começamos a fingir que temos orgasmos a toda hora, quando isso não é verdade?

– Para agradecer os homens de sua visita tanto regular quanto infrutifera?
– Para incentivá-los a voltar à nossa cama, apesar de sua pouca eficácia?
– Para se livrar deles rapidamente e para que ele persista errando nas próximas vezes?
– Para provar a ele que ele é bom?
– Por amor???? (será?)
– Para mostrar que somos “normais”?

Se você simula um orgasmo por essas razões, saiba que são as razões erradas!

Curiosidades/Notícias

O sexo e as crianças

Há dias quero compartilhar uma tirinha em francês, mas como desconheço o autor estava hesitando. Tenho ela guardada há um tempo em meus arquivos, mas acabei não gravando a fonte em que a encontrei. Se alguém, por acaso, descobrir me informe que colocarei os créditos.

tirinha_sexoenfant

De um jeito simples, ela  fala de como nossas crianças  e adolescentes vêem os “assuntos” sobre sexualidade, e acham-se prontas para provar de tudo, tem fácil acesso à “teoria” e ao “como se faz”, mas muitas vezes estão totalmente despreparadas para a prática sexual.

De todos os males o menor é a dor de cabeça!

  • Publicidade