Oh! sejamos pornográficos

A minha volta às aulas de teatro (que eu havia abandonado há tempos atrás) me fez recordar muitos poemas e poesias, bem como lembrar o encantamento que sempre tive pelo poeta Drummond.

Juntando o teatro, a poesia, o meu blog sobre sexo e cultura e, ainda, os loucos acontecimentos que vivenciamos todos os dias, reavivo aqui o poema deste ilustre poeta “em face dos últimos Acontecimentos

Oh! sejamos pornográficos

(docemente pornográficos).
Por que seremos mais castos
que o nosso avô português?

Oh! sejamos navegantes,
bandeirantes e guerreiros
sejamos tudo que quiserem,
sobretudo pornográficos.

A tarde pode ser triste
e as mulheres podem doer
como dói um soco no olho
(pornográficos, pornográficos).

Teus amigos estão sorrindo
de tua última resolução.
Pensavam que o suicídio
fosse a última resolução.
Não compreendem, coitados,
que o melhor é ser pornográfico.

Propõe isso ao teu vizinho,
ao condutor do teu bonde,
a todas as criaturas
que são inúteis e existem,
propõe ao homem de óculos
e à mulher da trouxa de roupa.
Dize a todos: Meus irmãos,

não quereis ser pornográficos?

Poema: Em face dos últimos acontecimentos
Poeta: Carlos Drummond de Andrade

2 Comments

  • Pingback: Tweets that mention Oh! sejamos pornográficos | SexoCult - Sexo e Cultura -- Topsy.com

  • 30 de março de 2010 - 22:15 | Permalink

    Adoro esse poema.
    Minha esposa me mandou ele perto de um aniversário, uns anos atrás… engraçado como, às vezes, gestos simples marcam tanto. ^^

  • Deixe uma resposta

  • Publicidade