Sexo e arte

Bettina Rheims foi primeiro manequim e, em seguida, jornalista e revendedora de arte, antes de dedicar-se a fotografia em 1978.  Ficou reconhecida por uma primeira série de fotos com  strippers e acrobatas, e em seguida em 1982 por uma série sobre animais,  fabricados a partir da taxidermia (gato, tigre, pomba …).

bettina4-04984bettina_5-bd8861pbetinarheims

” De modo geral, é o genêro humano que me interessa. Mas é verdade que a mulher é um tema que me fala muito. É nas mulheres que eu descubro meu desejo. Eu amo a carne, eu sou uma fotógrafa de pele.” (Bettina Rheims)

O trabalho de Bettina Rheims reflete, principalmente, um apetite, uma generosidade para com as mulheres e as formas de representação do corpo.

Para conhecer mais seu trabalho visite sua galeria no site ArtNet

Deixe uma resposta

  • Publicidade