Tag Archives: gay

Curiosidades/Notícias Sexo e Arte

Spencer Tunick fotografa na Gay and Lesbian Parade

O fotógrafo Spencer Tunick, conhecido mundialmente por suas fotos de nudez, realizou seu último feito na  Gay and Lesbian Parade Mardi Gras da Austrália, que este ano começou no dia 19 de fevereiro e terminará dia 7 de março, com cerca de 5.000 modelos nus, em frente a Ópera de Sydney.

spencer_tunick2

Spencer é convidado, frequentemente, para participar de causas humanísticas (Greenpeace, combate à AIDS) e agora exerceu o seu talento na Parada Gay e Lésbica australiana.

Segundo o fotógrafo, “Os homossexuais estavam deitados lado a lado, nus. Isso mostra ao mundo que os australianos estão fortemente empenhados na construção de uma sociedade livre e igualitária.”

Tunick é americano, nasceu em Nova Iorque, em 1967. No início de sua carreira seus modelos eram os amigos, que posavam para as fotos de madrugada, para evitar problemas com a justiça.

spencer_tunick

Ele afirma que a nudez em suas obras não tem por objetivo excitar ou provocar uma emoção erótica no espectador, embora alguns possam sentir algum tipo de excitação.  Os modelos são geralmente muito diferentes, pequenos, grandes, gordos e magros e não oferecem, geralmente, nenhuma beleza particular.

spencer_tunick1

Tunick busca com suas imagens mostrar, antes de tudo, uma espécie de arquitetura humana, expondo a fragilidade do homem diante da natureza (como nas fotos do Greenpeace), ou enfatizando o contraste entre o homem e seu entorno…

Para conhecer algumas das obras de Spencer Tunick acesse sua Web Gallery em www.artnet.com, ou visite o site do fotógrafo www.spencertunick.com

Sexo e Literatura

Minha sexualidade é um crime!

Eles moram no Afeganistão, no Iemen, na Malásia ou na Jamaica… Eles pertencem a diferentes religiões: evangélicos, mulçumanos, católicos ou ateus…

O que eles tem em comum? São gays e são, igualmente, vítimas e testemunhas da discriminação.

les_condamnes2

Graças a ajuda de alguns sites de encontros, Philippe Castetbon recolheu os testemunhos e as fotos de homens gays de 51 países (de A como Afeganistão a Z como Zimbabue), onde a homosexualidade é proibida por lei.

Condenados, excluídos, violentados, humilhados e, muitas vezes, mortos, eles falam sobre seus medos, sobre mentira e sobre as humilhação.

Cada um produziu um autoretrato original de sua vida no país, publicando, anonimamente, sua visão sobre a situação. A internet, nesse sentido, os ajuda a realizar as denúncias sem medo do reconhecimento e da punição.

Uma exposição sobre a liberdade de ser e de amar, que virou livro.

Les condamnés” (Os condenados), publicado pelas Edições H&O, estará nas livrarias européias a partir de 5 de fevereiro de 2010.

  • Publicidade